Notícias

25.04.2018

Café empresarial aborda ações e projetos da Prefeitura em parceria com empresariado para incentivar a qualificação profissional

O Café Empresarial realizado no dia 21 de março teve como tema as Políticas Públicas nas Relações do Trabalho e Qualificação Profissional. “Temos percebido a dificuldade das empresas de procurar mão de obra qualificada, e com isso, vemos também a importância de trabalharmos em parceria”, afirma Eduardo Piloto, coordenador da Assecre.

O Café teve como um dos palestrantes George Zenha, gestor do Qualifica São José, que falou sobre as ações e projetos da prefeitura para atingir o mercado de trabalho: Qualifica São José, Quero Serviços, Observatório do Mercado de Trabalho, Pró-Trabalho e a Feira do Empreendedor e Trabalho. “São serviços programados e ofertados para a população em parceria com o empresariado”, explica George.

Com 11 mil demandas atendidas em 2017, o Qualifica São José é um programa de capacitação com formação acadêmica que tem como objetivo aprimorar habilidades e requalificar a população para exercer funções específicas demandadas pelo mercado de trabalho. “É um programa totalmente gratuito, com o qual ofertamos qualificação e qualidade para a população”, complementa Zenha.

No último ano, 20% dos participantes saíram empregados, 43% se tornaram empreendedores, e 57% saíram satisfeitos com o programa. Para 2018, o gestor do Qualifica São José conta que a expectativa é aumentar ainda mais a oferta de cursos. "Nesse ano temos como meta 12.500 vagas, 240 cursos e 35 locais diferentes", afirma.

O evento contou ainda com a participação de Welton Guerra, chefe da Divisão Integração Escola Empresas Cephas, que apresentou o Cephas – Centro Educação Profissional Hélio Augusto de Souza, uma instituição educacional que tem como missão oferecer educação profissional por meio de cursos de formação inicial e continuada, programa de aprendizagem profissional e de cursos técnicos de nível médio. "Hoje o Cephas atende mais de 430 jovens no programa de aprendizagem e mais de 850 alunos em cursos técnicos", conta.

O palestrante ainda apresentou a plataforma SuperTEC, que tem como um dos objetivos simplificar o processo de solicitação de cursos pelas empresas, e com isso apoiar alunos, escolas, empresas e gestores que formulam as políticas públicas.

Segundo Eduardo Piloto, a ideia é qualificar cada vez mais a mão de obra e melhorar a competitividade no mercado de trabalho.

 

- Visualizar todos

© 2011 Assecre - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: DB9

Rua Loanda, 895 – Chácaras Reunidas – São José dos Campos/SP – CEP 12.238-330 Tel.: 12 3201-6844