Futuro da previdência social é debatido em evento da Assecre

As preocupações dos empresários com relação a previdência e a complementação de renda futura foram temas debatidos durante o Café Empresarial de abril.

Segundo Rodrigo Fonseca, diretor da FiscoExpert e responsável pela apresentação do tema “Previdência Pública – o que esperar para o nosso futuro”, hoje não é possível pensar na previdência pública como algo estanque e como uma fonte de renda na aposentadoria.

“O ideal é ter um mix previdência pública e privada. Além disso, também é importante pensar em proteção do patrimônio familiar e gestão da família, como uma forma de evitar um inventário desgastante”, disse.

Durante o evento, o ex-diretor do Fundo de Pensão da Johnson & Johnson, Luiz Carlos Vivian também falou sobre como as empresas devem proceder caso desejem criar fundos de pensão.

“A implantação de um fundo próprio não é recomendável na maior parte das vezes, pois é muito complexa e vai exigir que a empresa assuma riscos e ganhos que não são o foco do negócio. O ideal é investir em um fundo de uma instituição financeira”, disse.

Além do tem previdência social, o Café Empresarial de Abril contou também com a apresentação da empresa 55 Pro, uma consultoria que atua com internacionalização de empresas e apresentou alguns pontos positivos para os empresários brasileiros investirem em Portugal.

COMPARTILHAR